SELECIONE O SEU IDIOMA: pt pt en

Criação do projeto de stocks e compras de um grupo de transportes e logística

Uma empresa de um grupo português de transportes e logística especializada em equipamentos e serviços de apoio a viaturas pesadas de transporte de mercadorias teve a parceria da Leadership Business Consulting (LBC) na elaboração do projeto de stocks e compras.

Diagóstico

Com este projeto (realizado em 2008) o grupo quis materializar os resultados das contagens realizadas nos armazéns dessa empresa, tendo a LBC contribuído com recomendações de melhoria à gestão do stock. O objetivo era capacitar a empresa com os meios processuais, materiais e humanos para gerir, de forma consistente e otimizada, as áreas de aprovisionamento e stocks. Para tal, a LBC fez um diagnóstico dos armazéns, para em seguida concretizar as principais oportunidades de melhoria.

Implementação

Após identificados os pontos fortes, oportunidades, fraquezas e ameaças (análise SWOT), a LBC apresentou recomendações/princípios orientadores para a estruturação da área de aprovisionamento do grupo luso. Por exemplo, o potencial de poupanças associado às compras globais (stocks e diretas) foi estimado em 9,9% do total da despesa analisada e 2,6% do total da despesa global. No caso das compras diretas, com as recomendações a percentagem de poupança potencial situou-se em 6,4% do total analisado e 1,2% do total da despesa nesta tipologia de compras. Entre as recomendações encontrava-se a melhoria nas vertentes aplicacionais, de sourcing e funcionais, como as compras de uma dada área permitirem a poupança de 15% em 2008 ao potenciar a agregação de consumos e a redução de compras diretas; ou a família de componentes para a parte elétrica ter um potencial de poupança associado de 17% ao reduzir as compras diretas em 50% na Socar (que em 2010, após uma reestruturação organizacional no grupo, passou por uma fusão com outra entidade, assumindo a designação desta última).

 

Artigos relacionados

 

A sua organização está preparada para a Indústria 4.0?

Empresas de todos os setores no globo estão a adotar a Indústria 4.0. Já não se trata de “temos tempo, é uma tendência de futuro” – a também denominada Quarta Revolução Industrial está aí. É uma realidade. A sua organização está preparada? 

 

Disrupção – agite as águas e capacite a sua equipa

Enquanto líder, o seu trabalho é tirar os colaboradores das suas zonas de conforto. É sua função impulsioná-los e desafiá-los – bem como a si mesmo – a pensar e a ver o negócio por um novo prisma.

 

Capital humano vs. máquinas

mudança tecnológica é classificada pelo Fórum Económico Mundial como um dos principais desafios globais, que vai exigir um esforço extraordinário ao capital humano para acompanhar o rápido ritmo de evolução. E haverá alturas em que, tanto indivíduos como empresas, e até nações, vão sentir que as suas qualificações estão algo ultrapassadas.