SELECIONE O SEU IDIOMA: pt pt en

O lóbi português de Silicon Valley

Os portugueses começam a atuar de forma organizada na “Meca da tecnologia”. Como corolário, a Talkdesk será em breve mais um unicórnio.

A associação West to West foi criada para ajudar os empresários portugueses a terem uma "aterragem suave" na região de Silicon Valley e São Francisco. Junta não só os quadros e os empresários portugueses que chegaram à Califórnia nos últimos anos como também a diáspora mais antiga e os luso-descendentes que ocupam lugares de destaque na sociedade americana.

 

As paredes em vidro deixam ver as gruas e a explosão de construção de arranha-céus para escritórios em SOMA (South of Market Street), uma zona de São Francisco que há poucos anos parecia parada no tempo. O ponto de observação é a sala de reuniões que a start-up portuguesa Talkdesk arrendou recentemente no coração da cidade californiana. O espaço é amplo. Ocupa um piso inteiro de uma nova torre da Mission Street, mas ainda parece subaproveitado. Uma sensação de vazio que acaba por ser compreensível, uma vez que a tecnológica fundada por Tiago Paiva, 27 anos, e Cristina Fonseca, 26 anos, tem espaço já a pensar no crescimento exponencial que antecipa para os próximos anos.

...

"Toda a cidade está a explodir em termos de restauração, construção e renovação de edifícios. Há muito dinheiro a circular", observa Camille Landau, uma suíça especialista em empreendedorismo que reside há vários anos na Califórnia. Atualmente é consultora na incubadora Runway, que a Portugal Ventures e a Leadership Business Consulting têm desde 2013 em São Francisco.

 

in Exame/Expresso, 12 de janeiro de 2016. Ver artigo na íntegra.

 

Artigos relacionados

Camille Landau: Os empresários americanos falam frequentemente e com orgulho nos seus erros

Os concorrentes são o melhor amigo do seu negócio 

Silicon Valley Talk