SELECIONE O SEU IDIOMA: pt pt en

Desenvolvimento económico local baseado no talento – O caso de Boadilla del Monte

O Município de Boadilla de Monte representa uma boa prática e uma referência no âmbito das políticas de promoção de desenvolvimento económico local.

Aposta no seu potencial estratégico distintivo e em políticas de desenvolvimento de recursos humanos com efeito diferenciador e com impacto no longo prazo, refletidas na Iniciativa “Boadilla Integral: Viver e Trabalhar em Boadilla”.

Desafio do desenvolvimento económico local

À medida que os mercados se tornam mais globais e mais impactados pelas novas tecnologias, as transformações económicas tornam-se mais profundas e rápidas, não respeitando fronteiras nacionais, regionais ou locais. Prevê-se que no futuro a produção económica se desloque geograficamente entre países, regiões e locais específicos de forma bem mais rápida e abrupta do que no passado. A globalização económica, a crescente devolução de poderes do nível central para o nível local, as preocupações com o emprego a nível local face à competição de economias emergentes, a crescente mobilidade do capital e sua preferência pelos mercados financeiros em desfavor do investimento produtivo de base local, colocam novos desafios ao poder local e obrigam-no a olhar para o desenvolvimento económico de uma forma rigorosa, criteriosa e sistematizada.

 

Estratégias de desenvolvimento económico

O desenvolvimento económico local refere-se ao processo através do qual autoridades locais, organizações e empresas com interesses locais, estimulam e desenvolvem a atividade económica, a inovação e o emprego a nível local no âmbito de uma competitividade territorial cada vez mais exacerbada.

Longe vão os tempos em que as principais formas de competir territorialmente e de atrair investimento e de promover o desenvolvimento económico local se baseavam em instrumentos estáticos, como subsídios ao investimento e disponibilização de infraestrutura física (como parques de escritórios e industriais, regras especiais de urbanismo, entre outros). Estes elementos continuam a ser importantes, mas a atração do investimento e a promoção do desenvolvimento económico sustentável através desta via é insuficiente.

Aliás, em muitos casos resultam numa soma zero para as autarquias concorrentes, em que cada uma vai oferendo cada vez mais benefícios aos potenciais investidores do que as autarquias concorrentes até se anularem em termos diferenciadores e de cada uma reduzir o ganho final para um valor marginal.

A estratégia mais adequada é baseada na construção de elementos diferenciadores e únicos, baseados nas vantagens competitivas distintivas de cada local. A estratégia deverá, assim, emergir de um processo estruturado e criterioso que resulte de uma combinação de instrumentos. Destacam-se estratégias predominantemente urbanas (zonas especiais, parques de escritórios e industriais, edifícios, simplificação de procedimentos urbanos, shopsteading, melhoramento da habitação, landbanking, etc.), predominantemente empresariais (one-stop-centres, bancos de desenvolvimento, empresas de financiamento local, sistemas de marketing em grupo, promoção de microempresas, investigação e desenvolvimento), predominantemente económicas (agências de desenvolvimento económico, cooperativas locais, etc.), predominantemente tecnológicas (indução de base tecnológica, promoção da infraestrutura soft, etc.) e predominantemente de recursos humanos (encontro de oferta e procura de emprego, manutenção de emprego, programas de formação customizada à atração de investimento, iniciativas de autoemprego, acordos de first source, bancos de competências, etc.).
 

Força competitiva das estratégias baseadas no talento

Dos vários tipos de instrumentos disponíveis, os referentes ao desenvolvimento dos recursos humanos são os mais eficazes a prazo. Hoje em dia, o talento é o principal fator de competitividade económica e empresarial. O talento é também um recurso escasso. Por isso, muitas das decisões de localização de investimento e de empresas está associado à disponibilidade local de talento a um preço competitivo. Por seu turno, o talento é cada vez mais móvel (consideravelmente mais do que a generalidade da força de trabalho) e é atraído por condições que promovem a qualidade de vida, nomeadamente a amenidade urbana e cultural, bem como a existência de oportunidades de emprego interessantes e inovadoras. Verifica-se assim, que a oferta e a procura de talento funcionam como um ciclo virtuoso, que se reforça e oferece vantagens cumulativas que tendem a perdurar no tempo e não são facilmente copiadas.

Neste contexto, as autarquias devem ter todo o interesse em definir e implementar estratégias ganhadoras baseadas no desenvolvimento dos recursos humanos, em articulação com outros instrumentos complementares.


O caso de Boadilla del Monte

É nesta lógica de desenvolvimento sustentável baseado na oferta de uma boa qualidade de vida urbana, atração simultânea de talentos e de emprego qualificado para esses talentos que a municipalidade de Boadilla Del Monte tem apostado. Tira partido da sua localização privilegiada nos arredores de Madrid, da sua elevada amenidade urbana, e da sua estrutura demográfica jovem (predominância de casais com 30-40 anos e com dois ou três filhos) e bem qualificada (elevado índice de licenciados e pós-graduados).

Boadilla tem em curso um projeto inovador de promoção do conceito “Boadilla Integral: viver e trabalhar em Boadilla”, a cargo da Vereação do Emprego, Comércio e Formação.

Este projeto envolveu, numa primeira fase, a realização de uma Jornada de Emprego, organizada pela Leadership Business Consulting,  dedicada a juntar empresas sedeadas em Boadilla e pessoas residentes em Boadilla para unir esforços em matéria de seleção e desenvolvimento profissional.
As empresas participantes tiveram a oportunidade de apresentar as suas estratégias de recrutamento e os diversos candidatos presentes tiveram uma oportunidade única, num ambiente favorável, de apresentar as suas qualificações. A Leadership Business Consulting também realizou entrevistas de avaliação de competências aos candidatos presentes e interessados em conhecer o seu perfil, para clarificarem os seus objetivos futuros e ficarem melhor habilitados em processos de seleção futuros.

A segunda fase do projeto envolveu a otimização dos processos de desenvolvimento de emprego local e conciliação de vida pessoal e profissional. Para este efeito, foram revistos e otimizados os fluxos, os processos e as ferramentas associadas à Bolsa de Emprego do Município.

Dos cinco recursos-chave para o desenvolvimento económico: matéria-prima; recursos humanos; mercados; gestão; e financiamento - Boadilla tem apostado com sucesso nos recursos humanos e pode servir de exemplo para outros.

Para Mónica Lauda, Manager na Leadership Business Consulting, as Jornadas de Emprego constituem uma boa forma de promover um amplo conjunto de objetivos:

•      criação e desenvolvimento de prego local,

•      melhoria da qualidade de vida dos residentes e da produtividade das empresas do município,

•      gestão e retenção de talento para as empresas, e

•      atração de investimento empresarial para o município.

 

Artigos relacionados

 

O sucesso do líder depende dos colaboradores – só tem de os conduzir

Ao concentrar-se no talento e pontos fortes dos seus funcionários está a potenciar o bottom line da organização. E não se esqueça de lhes dar feedback de forma regular – o pior que um líder pode fazer é não falar com a sua equipa.

 

Gestão da mudança: 3 regras para líderes

A maior parte dos insucessos nos processos de mudança acontece porque não existe um foco partilhado definido logo no início.

 

O talento cultiva-se. E retém-se

Os seus colaboradores são o centro do seu negócio, apesar de, enquanto líder, poder não o sentir algumas vezes. Sem trabalhadores talentosos, o negócio entra em dificuldades e acaba por colapsar.

 

 

In Leadership Agenda N.º 2 (publicação que tem por objetivo divulgar metodologias e novas ideias nas áreas da gestão e da liderança, tendo por base o centro de competência e o conhecimento adquirido pela Leadership Business Consulting em mais de 900 projetos realizados em oito países nas áreas da estratégia, marketing e finanças, organização e gestão da mudança, operações e performance, desenvolvimento de talento, formação ou tecnologias de informação).